telefone(85) 4009.6300

IEL/CE realiza workshop empresarial “Simplificando o Bloco K do Sped Fiscal"

24/07/2015 - 09h07

Conjuntura socioeconômica atual, cenários futuros, a forte atuação do Fisco incluindo o bloco K do Sped Fiscal e os desafios para a indústria brasileira: esses foram alguns assuntos abordados durante o workshop empresarial “Simplificando o Bloco K do Sped Fiscal”, realizado no dia 23 de julho, na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). O workshop foi uma promoção do Instituto Euvaldo Lodi (IEL/CE), com a participação de 93 inscritos, entre empresários, gestores, contadores, analistas fiscais, analistas de custos e analistas de TI envolvidos com controles de estoques, apuração de custos e escrituração fiscal digital.

O treinamento foi ministrado pelo mestre em Administração, especialista em Contabilidade Gerencial, Auditoria, Custos, Contabilidade e Controladoria, Roberto Melo, que alertou sobre a prioridade que o empresariado brasileiro dá às vendas, mas que se esquecem de fazer gestão. “Ou a empresa coloca as contas na ponta do lápis e tem o controle do que gasta, ou estará fora do mercado. Quem não faz um controle de estoque, por exemplo, vai quebrar”, disse.

Melo falou sobre os objetivos de Bloco K, entre eles: como as empresas devem proceder, os cuidados necessários e o foco da empresa, com apresentação da legislação pertinente e os registros do livro de controle da produção e do estoque. “As empresas já precisavam possuir as movimentações financeiras em um livro físico”, lembra o facilitador.

Com o Bloco K, o fisco passará a ter acesso completo a todos os processos produtivos e movimentações das empresas. O que, por sua vez, possibilitará grande facilidade para o cruzamento dos dados dos saldos apurados pelo sped, com os informados pelas empresas nos inventários. Desse modo, em caso de diferenças de saldos que não se justifiquem, essas poderão ser configuradas como sonegação fiscal.

É importante ressaltar que, antes da nova obrigação, as empresas já precisavam possuir esse conteúdo em um livro físico, todavia isso não era uma prática, já que o livro de Controle da Produção e de Estoque quase nunca era exigido. Agora esse quadro se altera, pois ao entrar no Sped Fiscal, a fiscalização para essa obrigação será mais ativa. O livro Registro de Controle da Produção e do Estoque por meio do Bloco K está previsto para entrar em vigor no Ceará a partir de 1° de janeiro de 2016 na contabilidade das empresas.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

  • CENTRO INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS: Facebook
SESI - ​​Serviço Social da Indústria | CNPJ: 03.804.327/0001-04
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT