telefone(85) 4009.6300

Centro de Inovação do SESI Ceará lança Observatório Analítico de Acidentes no Trabalho

30/09/2021 - 11h09

O Centro de Inovação em Economia para Saúde e Segurança (CIS) do SESI Ceará lança hoje (28/9) o Observatório Analítico de Acidentes no Trabalho. A ferramenta, que tem como base dados fornecidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social, tem o objetivo de facilitar e agilizar a busca por informações e dados sobre acidentes laborais. A ideia surgiu a partir da elaboração de projetos de inovação setorial em segurança do trabalho para o segmento da construção civil. O Observatório Analítico estará à disposição no site observatorioacidentes.sfiec.org.br/.

Segundo o coordenador do CIS, Bruno Simões, o SESI Ceará vem desenvolvendo soluções e conteúdos técnicos que visam auxiliar empresas a identificar e gerir os custos com segurança e saúde, monitorar indicadores e mensurar impactos de ações implantadas. Como é o caso dos programas de qualidade de vida customizadas de acordo com a real necessidade de uma empresa. “Com esse foco, o CIS iniciou uma linha de desenvolvimento direcionada a geração de observatórios voltados para identificação dos cenários nacionais relacionados as diversas variáveis da segurança e saúde”, explica o coordenador.

O primeiro observatório a ser lançado é este, Observatório Analítico de Acidentes de Trabalho, que trará a relação dos tipos de acidentes e suas variáveis, dos setores empresariais e dos anos que ocorreram os acidentes, bem como os custos de benefícios gerados. Simões informa que a missão é entregar para as empresas a possibilidade de perceberem quais as principais situações de acidentes e, a partir dessa visualização do cenário, buscarem soluções que mitiguem as causas geradoras desses acidentes, isso possibilitará a geração de um ciclo virtuoso de gestão de segurança e saúde e geração de economia. O CIS teve a contribuição do Observatório da Indústria da FIEC nesse projeto, que usou da sua expertise para a criação dos dashboards e cruzamento dos dados.

Praticidade

De forma totalmente intuitiva o projeto do CIS disponibilizará informações relacionadas a acidentes de trabalho e benefícios acidentários concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), estruturados em Business Intelligence (BI) com diversos filtros para pesquisar conforme necessidade.

De acordo com Rodrigo Nogueira, engenheiro de segurança pesquisador do CIS, os usuários poderão ter acesso a quantidade de acidentes por ano, segmento econômico e estado. Bem como informações sobre agentes causadores, natureza da lesão e partes do corpo atingida no acidente de trabalho. “Ele também trará informações sobre benefícios acidentários concedidos e ranqueamento desses afastamentos por Código Internacional de Doenças CID-10”, complementa o engenheiro.

Usabilidade

O diferencial deste observatório é que o CIS disponibiliza as informações de forma enxuta, simples, objetiva e intuitiva. Garantindo, assim, uma boa experiência na usabilidade dos painéis e trazendo informações que essenciais para entendimento do cenário atual do Brasil, especialmente do Ceará.

Além disso, qualquer pessoa física ou jurídica que tenha interesse em analisar os dados poderá acessá-la forma gratuita e, ainda, contribuir para a melhoria do sistema fornecendo sugestões e críticas.

Nogueira avalia positivamente essa entrega do Observatório Analítico de Acidentes de Trabalho com insumos para o conhecimento da situação atual dos acidentes no País, podendo direcionar projetos e programas de segurança e saúde do trabalho para a real problemática do setor. “Terão, por exemplo, segmentos econômicos que os problemas ergonômicos serão mais evidentes possibilitando uma demanda de ações nessa área”, conclui.

Dados

Com acesso aos dados disponibilizados pelo Observatório Analítico de Acidentes no Trabalho as empresas podem filtrar e selecionar o que necessitam e customizar de acordo com o seu perfil de atuação e de colaboradores. Com posse dessas informações fica mais fácil agir estrategicamente na decisão de prevenções e projetos direcionados a Saúde e Segurança do Trabalho (SST).

De acordo com dados apurados pelo Observatório Analítico de Acidentes no Trabalho, o Ceará ocupa a 12ª colocação em acidentes de trabalho no Brasil. Em 2019, aconteceram no estado 9.230 acidentes de trabalho. Em 2020, houve redução para 6.293 casos e, no primeiro semestre de 2021, ocorreram 4.627 acidentes laborais. Já no comparativo entre o primeiro semestre de 2021 contra o mesmo período do ano anterior houve aumento em todos os meses. 

Sendo que o top 3 dos acidentes no Estado, traz em primeiro lugar ferimentos de dedos, seguidos por entorse ou distensão do tornozelo e, em terceiro, doenças transmissíveis. Já na esfera Brasil, o top 3 de acidentes por atividades econômicas se apresenta da seguinte forma: em 1° atividades de atendimento hospitalar com 125 mil acidentes; 2° comércio varejista de produtos alimentícios com 37 mil acidentes; e 3° transporte rodoviário de carga com 27 mil acidentes.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

SESI - ​​Serviço Social da Indústria | CNPJ: 03.804.327/0001-04
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
Política de Privacidade & Copyright