telefone(85) 4009.6300

SESI Ceará destaca importância da felicidade em celebração dos 73 anos

07/07/2021 - 18h07

Para comemorar os 73 anos do Serviço Social da Indústria no Estado, o SESI Ceará promoveu hoje (7/7) um cerimonial intimista, seguindo os protocolos sanitários em virtude da pandemia, para seus colaboradores locados na Casa da Indústria.

Na ocasião, a superintendente do SESI Ceará, Veridiana Soárez, recebeu, além de sua equipe, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Ricardo Cavalcante, o diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará), Paulo André Holanda, e a superintendente do Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará), Dana Nunes.

“Nestes 73 anos, parabenizo todos que fazem o SESI pelo seu incansável trabalho na promoção de serviços para o fortalecimento do bem-estar das indústrias, seus trabalhadores, filhos e sociedade. Durante este período tão difícil da pandemia, conseguimos mostrar que o Sistema FIEC, em especial, o SESI, tem trabalhado incansavelmente, sem deixar de atender às necessidades de nossas empresas e do nosso povo, participando ativamente de nossas vidas”, declarou o presidente da FIEC.

Ricardo Cavalcante destacou, ainda, a importância de celebrar essa data com os colaboradores, pois são eles que tocam o dia a dia da instituição “do mais simples até a superintendente, todos são muito importantes para nós”, ressaltou.

Futuro
Sua expectativa para os próximos anos é que o SESI dobre o número de alunos e escolas, pois acreditamos que tudo vem da educação. Pois ela é o caminho para o crescimento dos indivíduos, das indústrias e do Ceará.

A superintendente do SESI Ceará tem plena consciência da relevância que a entidade tem junto aos colaboradores da indústria, seus familiares, incluindo toda a sociedade. “Precisamos pensar o futuro antes mesmo da indústria. O futuro para o SESI já é hoje! Nossa proposta de entrega é cuidar do trabalhador da indústria, dos seus dependentes e da comunidade no seu entorno, para que ele possa ser um ser humano produtivo economicamente e socialmente. Ou seja, que sua entrega seja sustentável”, detalha Veridiana.

Para que isso tudo aconteça, o SESI Ceará trabalha, além da legislação e normas regulamentadoras, com programas que atendam as necessidades customizadas de cada um dos clientes que atende com ideias inovadoras, tecnológicas e alinhadas à economia.

Felicidade
Há 11 anos trabalhando no SESI Ceará, sendo seis diretamente na entidade, o médico do trabalho e pesquisador Dr. Cláudio Patrício, conta que sua vida profissional e pessoal tem como ponto em comum o SESI. Quando se formou passou três meses no interior, depois veio para Fortaleza e já começou a trabalhar como cooperado no SESI a convite de uma amiga.

“A coordenadora da época, Cléa Paiva, estava precisando de um médico examinador, que é o médico que faz os exames ocupacionais, disse para ela que poderia tentar e me apaixonei. Porque vi que era uma área que eu poderia amplificar o cuidado com as pessoas”, conta o médico que vê como principal diferencial na entidade a possibilidade de crescimento e “pensar fora da caixa”.

Quando abriu um processo seletivo ele prestou e passou. Atendeu inicialmente, por dois anos, na unidade de Maracanaú como médico do trabalho coordenador das indústrias de lá. A convite de uma ex-gestora, assumiu tecnicamente o início do Centro de Inovação onde está até hoje.

“O desafio no SESI me faz muito feliz, fazer coisas que outras pessoas não pensam. Hoje eu tenho a capacidade de, por meio de parcerias, realmente pensar fora da caixa. Eu construí amizades pessoais muito boas. A minha história laboral e pessoal sempre se confundiram, essa minha ligação visceral me trouxe vários amigos”, revela Cláudio Patrício.

A atual gerente de operações em negócios do SESI Ceará, Lucy Barbosa Alves, ingressou na equipe da entidade em 2003 como analista na área de planejamento lidando com dados até 2007. Nessa época foi para Federação das Indústrias de Pernambuco, onde permaneceu por três anos. No retorno ao Ceará volta ao SESI, mas dessa vez para atuar no planejamento, mas no setor de qualidade.

Na volta ela encarou um desafio. “Era algo muito novo. Passei algum tempo trabalhando com qualidade, ISSO 9001 e sistema de gestão da qualidade. Numa situação de reconhecimento eu passo assumir a gerência da área”, relembra. Quando questionada o que a faz feliz no SESI a resposta é rápida, as pessoas.

“Eu me apaixonei pelas pessoas porque quando você trabalha numa empresa e o resultado dela não é uma mensuração única financeira e sim o resultado tangível, porque ela muda a vida das pessoas, o clima organizacional é diferente. Então, é poder trabalhar com essas pessoas que são felizes efetivamente porque elas transformam a vida de outras pessoas”, emociona-se.

 

 

 

 

 

 

 

 

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

SESI - ​​Serviço Social da Indústria | CNPJ: 03.804.327/0001-04
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
Política de Privacidade & Copyright