telefone(85) 4009.6300

SESI Ceará reforça a importância da doação de sangue

14/06/2021 - 12h06

A doação de sangue é um gesto de solidariedade. Com ela você pode ajudar outras pessoas, pois cada bolsa de sangue coletada pode salvar até quatro vidas. E hoje, 14/6, Dia Mundial do Doador de Sangue, o SESI Ceará reforça a importância desse gesto tão nobre e incentiva toda a sociedade a exercer esse gesto de amor ao próximo.

Com a pandemia, as doações diminuíram e é necessária uma força-tarefa para que os bancos de sangue voltem ao seu nível normal e possam ajudar a salvar vidas. “Dessa forma contribuímos para que os bancos de sangue estejam sempre abastecidos e não apenas quando temos algum familiar ou conhecido necessitando. Seja em caso de cirurgia, por acidente ou tratamento de câncer e outras doenças”, declara a enfermeira do trabalho do SESI Ceará, Giliana Martins da Costa.

Dúvidas

Muitas pessoas ainda não sabem que a doação de sangue é rápida e simples. O tempo de duração do procedimento leva, em média, 40 minutos da entrevista até o lanche. Giliana diz que também existe dúvida entre o intervalo entre as doações. Para os homens são no máximo quatro doações anuais com intervalo de dois meses. Já para as mulheres são três doações por ano com intervalo de três meses. “Outra questão levantada é o receio em relação ao volume que é doado. Em média, um adulto tem cinco litros de sangue, desse volume é retirado 450 ml sendo esse volume reposto em até 24 horas após a doação”, esclarece a enfermeira do trabalho.

Pré-requisitos

É importante informar que o doador deve estar na faixa etária entre 16 e 69 anos, sendo que menor de idade só pode doar com consentimento formal dos responsáveis. Já para os acima de 69 anos só será possível se já tiver doado antes dos 60 anos. O peso recomendado ao doador é superior a 50 quilos. É necessário, ainda, portar um documento com foto.

Antes do procedimento o candidato doador passará por uma entrevista e nesse momento é necessário ser sincero para garantir a segurança para quem doa e para quem irá receber esse sangue. Após a realização do cadastro tem a verificação dos sinais vitais, teste de anemia, a triagem clínica, coleta de sangue e por fim o lanche.

Atentar para que pessoas com febre, gripadas ou resfriadas, com diarreia recente, grávidas ou no pós-parto devem aguardar um período para que possam doar. “A doação de sangue é um procedimento seguro, simples e quem não apresenta risco de contaminação porque todos os materiais utilizados são descartáveis e de uso único”, diz a especialista na área.

5 dicas na hora de doar sangue

1. Realizar um agendamento prévio para evitar aglomerações e respeitar todas as solicitações dos profissionais de saúde
2. Comparecer a unidade alimentado, porém deve-se evitar alimentos gordurosos três horas antes da doação.
3. Estar descansado e tenha dormido na noite anterior pelo menos seis horas para que esteja bem-disposto
4. Estar bem de forma geral, hidratado e que não tenha ingerido bebida alcoólica 24 horas antes da coleta. Caso seja fumante é importante ficar sem fumar pelo menos duas horas antes
5. Seja sincero e solícito a entrevista clínica. Informe sobre sua saúde, se faz uso de medicações de uso contínuo, assim como nome e dose dos remédios, se tem alguma comorbidade. Caso surjam dúvidas esclareça com os profissionais de saúde

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

SESI - ​​Serviço Social da Indústria | CNPJ: 03.804.327/0001-04
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
Política de Privacidade & Copyright