Em 2022, o novo modelo de Ensino Médio já está em vigor nas escolas brasileiras, pelo menos para os estudantes do 1º ano. A implementação obrigatória está sendo realizada de forma gradual, de modo que todas as três séries estejam adaptadas até 2024.

A rede de Escolas SESI SENAI foi a primeira no País a começar a implementar o novo sistema, ainda em 2018, nos estados do Ceará, Alagoas, Bahia, Goiás e Espírito Santo. A primeira turma que cursou esse novo sistema completo, do 1º ao 3º ano, se formou em 2020.

Devido ao grande abandono escolar no Ensino Médio, notou-se a necessidade de reformular o modelo de ensino para torná-lo mais aderente ao interesse do jovem do século XXI e às demandas do mercado de trabalho.

Antes, todos os estudantes passavam pela mesma formação, agora cada um deles tem a chance de escolher parte dos assuntos que desejam aprofundar ou realizar um curso técnico dentro da carga horária de Ensino Médio. São muitas novidades, confira os detalhes das mudanças do antigo para o novo modelo e entenda como vai funcionar.

Escola SESI SENAI Unidade Parangaba

Como a grade curricular é dividida    

Entre as principais mudanças, o currículo escolar agora é dividido em duas partes: disciplinas iguais para todos os estudantes, conhecidas como Base Nacional Comum Curricular, e uma disciplina de maior interesse ou curso técnico optado pelo aluno, denominado itinerário formativo.

Dessa forma, os jovens são formados em fundamentos básicos para ter uma visão de mundo crítica e abrangente, mas também podem estudar com mais afinco os temas que mais despertam interesse para o seu futuro profissional.

Conteúdo1º ano2º ano3º ano
Base Nacional Comum Curricular800 horas600 horas400 horas
Itinerário formativo200 horas400 horas600 horas

O Ensino Médio continua sendo dividido em três anos, mas a carga horária é um pouco maior. O tempo mínimo aumentou de 800 para 1.000 horas.

Base Nacional Comum Curricular

Estávamos acostumados a aprender disciplinas específicas, como Biologia, História e Português. Então, outra grande mudança é que o conteúdo é ensinado de forma interdisciplinar, ou seja, todas as matérias foram aglutinadas em quatro disciplinas, por áreas de conhecimento.

LinguagensMatemáticaCiências HumanasCiências da Natureza
Língua Portuguesa Inglês Educação Física Artes  MatemáticaHistória Geografia Filosofia SociologiaBiologia Química Física

Hoje, em vez de os horários de aula serem distribuídos para 12 disciplinas, eles passam a ser divididos para essas quatro (Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza), em diferentes proporções. Nenhuma disciplina tradicional foi excluída. O que muda é o formato como elas vão ser ensinadas.

Itinerários formativos

Enquanto um aluno pode ter muito mais facilidade em entender os grandes filósofos da humanidade, outro pode ter mais interesse em equações e trigonometria, e um terceiro pode estar mais inclinado a desenvolver habilidades profissionais.

Então a proposta dos itinerários formativos é dar essa oportunidade de aprofundar seus conhecimentos na disciplina que você mais gosta entre Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza ou optar por um curso técnico.

O itinerário formativo é escolhido no começo do 1º ano e deve ser seguido até o fim do Ensino Médio.

As escolas são obrigadas a ofertar, pelo menos, dois desses itinerários formativos. Nas escolas SESI SENAI, são ofertados para todos os alunos as seguintes opções:

Além disso, os dependentes de trabalhadores da indústria podem optar gratuitamente pelas seguintes alternativas, que são ofertadas na unidade do SENAI da Barra do Ceará:

Projeto de Vida

Ao considerar que nessa fase da vida começamos a pensar sobre carreira profissional, a reforma incluiu no programa pedagógico o Projeto de Vida, que tem como objetivo orientar os alunos a explorar suas habilidades, descobrir seus interesses e estimular o autoconhecimento.

Cada escola tem a liberdade de decidir se o Projeto de Vida vai ser em formato de disciplina específica ou vai ser diluído nas aulas, por meio de conversas e atividades com os professores. De qualquer forma, ele está incluído na carga horária obrigatória a todos, isto é, na Base Nacional Comum Curricular.

Quais as vantagens desse modelo?

Conheça a Escola SESI SENAI

No Ceará, as unidades são localizadas em Fortaleza (Parangaba e Centro), Sobral e Juazeiro do Norte. Venha na Escola SESI SENAI conhecer melhor nossa metodologia diferenciada, com aulas também de empreendedorismo e robótica e espaços inovadores, como Sala de Matemática, Sala de Ciências e Espaço Maker.

Agende já a sua visita pelo WhatsApp 4009-6300.

">
Tudo que você precisa saber sobre Retinoblastoma – Blog SESI de Saúde e Segurança
descer
SESI
Tudo que você precisa saber sobre Retinoblastoma

No último final de semana, o apresentador Tiago Leifert e sua esposa, a jornalista Daiana Garbin, postaram um vídeo em suas páginas do Instagram comunicando sobre o diagnóstico de retinoblastoma de sua filha Lua, de apenas 1 ano e 3 meses.

O vídeo tinha cerca de 9 minutos e seu conteúdo tinha a intenção de informar sobre como Tiago e Daiana descobriram a doença da filha e alertar outras pessoas de como prevenir a doença e da importância da descoberta precoce. 

Mas, você sabe o que é o retinoblastoma? Quais os sintomas? Como fazer o diagnóstico e como prevenir a doença? Esse é o tema deste artigo. 

O que é o retinoblastoma e como ele se manifesta?

O retinoblastoma é um câncer nos olhos que é mais presente na infância. Trata-se de um tumor raro: de acordo com o Ministério da Saúde cerca de 400 crianças são diagnosticadas por ano no Brasil. Porém, mesmo rara, essa doença merece bastante atenção de todos os pais e responsáveis por bebês e crianças. 

Esse câncer atinge a retina, a área que forma as imagens. Um dos principais sintomas foi citado por Tiago Leifert durante o vídeo: um reflexo branco na pupila que muitas vezes é notado apenas quando se irradia luz artificial no globo ocular ou em fotos, conhecido também como leucoria. 

Antes dela, é possível que a criança apresente estrabismo, sensibilidade à luz e outros desvios oculares. 

Em resumo, é preciso que você fique atento a esses sinais: 

  • Vermelhidão 
  • Estrabismo 
  • Deformação do globo ocular
  • Perda da visão 
  • Dor ocular
  • “Reflexo de olho de gato”: quando tiramos uma foto com flash, normalmente a pupila fica vermelha, mas em crianças que possuem a doença, reflexo é esbranquiçado. 

Lembrando ainda que 95% dos casos ocorrem em crianças menores do que 5 anos, podendo acontecer em um ou dois olhos. Ainda não se sabe se existe algum fator externo que pode desencadear a doença. Porém, a ciência menciona que essa condição é resultado de mutações genéticas que levam a um crescimento descontrolado das células da retina. 

Normalmente, o diagnóstico acontece com cerca de 18 meses de vida. As classificações de gravidade do retinoblastoma vão de A a E. Caso não seja tratado no início, é possível que seja exigido a remoção cirúrgica do olho. A filha de Tiago foi diagnosticada na classificação mais grave da doença, nível E. 

Como prevenir a doença? 

Como já falamos anteriormente, é fundamental o diagnóstico precoce do retinoblastoma nas crianças, antes mesmo de apresentar os primeiros sintomas da doença. 

Para identificar se a criança possui algum problema, é preciso realizar o teste do reflexo vermelho, um exame que deve ser realizado ainda na maternidade, durante as primeiras 72 horas de vida do bebê. Esse teste também consegue identificar outras doenças, como glaucoma e catarata. 

Caso o teste seja feito e fique comprovado que está tudo normal, é recomendado que a criança seja levada ao oftalmologista para realizar um exame completo entre os 6 aos 12 meses de vida. Depois disso, a criança deve ser levada ao oftalmologista  anualmente até os 5 anos para identificar doenças que podem aparecer ainda na infância e que podem ser corrigidas. 

Qual o tratamento para o retinoblastoma? 

O tratamento desse tipo de câncer vai depender do estágio de sua evolução e se o tumor passou para outras partes do corpo. Porém, o objetivo número 1 do tratamento é preservar a visão do paciente. 

Além disso, também é possível tratar o retinoblastoma por meio de:

  • Quimioterapia 
  • Radioterapia
  • Laser
  • Crioterapia
  • Termoterapia 
  • Cirurgia (em casos de crescimento do tumor)

É importante ressaltar que o retinoblastoma tem cura em 90% dos casos, quando a descoberta é realizada precocemente, e o principal objetivo do tratamento é eliminar o tumor, salvando a vida da criança, preservando a visão e o olho, além de prevenir a volta da doença. 

O bebê ou a criança aparenta está bem? Independentemente, não menospreze o acompanhamento 

Sabemos que a repetição do teste do olhinho na infância vai variar de acordo com o caso do bebê ou da criança. Porém, nossa recomendação é que você não menospreze o acompanhamento e sempre converse com o pediatra sobre a saúde ocular do seu filho(a).

Em casos de bebês prematuros que sofrem com alergias oculares, estrabismo ou apresentam algum problema visual, necessitam de um acompanhamento aprofundado com um oftalmologista.

O diagnóstico precoce do retinoblastoma é pré-requisito básico para o sucesso do tratamento. Portanto, não deixe de realizar o exame do olhinho ainda na maternidade e visitar um médico regularmente para verificar se está tudo bem.

E se você precisar de assistência profissional, conte com a SESI Clínica. Temos profissionais capacitados para realizar avaliações tanto para crianças como para adultos, garantindo a descoberta precoce de problemas, mantendo a saúde da visão. 

SESI

Sobre o Autor: SESI

O blog corporativo do SESI Ceará surge como um instrumento de ligação com o público externo, no qual oferece seu conhecimento e expertise em Saúde e Segurança para a Indústria como fomento para a discussão de temas inerentes à área.
Comentar