Em 2022, o novo modelo de Ensino Médio já está em vigor nas escolas brasileiras, pelo menos para os estudantes do 1º ano. A implementação obrigatória está sendo realizada de forma gradual, de modo que todas as três séries estejam adaptadas até 2024.

A rede de Escolas SESI SENAI foi a primeira no País a começar a implementar o novo sistema, ainda em 2018, nos estados do Ceará, Alagoas, Bahia, Goiás e Espírito Santo. A primeira turma que cursou esse novo sistema completo, do 1º ao 3º ano, se formou em 2020.

Devido ao grande abandono escolar no Ensino Médio, notou-se a necessidade de reformular o modelo de ensino para torná-lo mais aderente ao interesse do jovem do século XXI e às demandas do mercado de trabalho.

Antes, todos os estudantes passavam pela mesma formação, agora cada um deles tem a chance de escolher parte dos assuntos que desejam aprofundar ou realizar um curso técnico dentro da carga horária de Ensino Médio. São muitas novidades, confira os detalhes das mudanças do antigo para o novo modelo e entenda como vai funcionar.

Escola SESI SENAI Unidade Parangaba

Como a grade curricular é dividida    

Entre as principais mudanças, o currículo escolar agora é dividido em duas partes: disciplinas iguais para todos os estudantes, conhecidas como Base Nacional Comum Curricular, e uma disciplina de maior interesse ou curso técnico optado pelo aluno, denominado itinerário formativo.

Dessa forma, os jovens são formados em fundamentos básicos para ter uma visão de mundo crítica e abrangente, mas também podem estudar com mais afinco os temas que mais despertam interesse para o seu futuro profissional.

Conteúdo1º ano2º ano3º ano
Base Nacional Comum Curricular800 horas600 horas400 horas
Itinerário formativo200 horas400 horas600 horas

O Ensino Médio continua sendo dividido em três anos, mas a carga horária é um pouco maior. O tempo mínimo aumentou de 800 para 1.000 horas.

Base Nacional Comum Curricular

Estávamos acostumados a aprender disciplinas específicas, como Biologia, História e Português. Então, outra grande mudança é que o conteúdo é ensinado de forma interdisciplinar, ou seja, todas as matérias foram aglutinadas em quatro disciplinas, por áreas de conhecimento.

LinguagensMatemáticaCiências HumanasCiências da Natureza
Língua Portuguesa Inglês Educação Física Artes  MatemáticaHistória Geografia Filosofia SociologiaBiologia Química Física

Hoje, em vez de os horários de aula serem distribuídos para 12 disciplinas, eles passam a ser divididos para essas quatro (Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza), em diferentes proporções. Nenhuma disciplina tradicional foi excluída. O que muda é o formato como elas vão ser ensinadas.

Itinerários formativos

Enquanto um aluno pode ter muito mais facilidade em entender os grandes filósofos da humanidade, outro pode ter mais interesse em equações e trigonometria, e um terceiro pode estar mais inclinado a desenvolver habilidades profissionais.

Então a proposta dos itinerários formativos é dar essa oportunidade de aprofundar seus conhecimentos na disciplina que você mais gosta entre Linguagens, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza ou optar por um curso técnico.

O itinerário formativo é escolhido no começo do 1º ano e deve ser seguido até o fim do Ensino Médio.

As escolas são obrigadas a ofertar, pelo menos, dois desses itinerários formativos. Nas escolas SESI SENAI, são ofertados para todos os alunos as seguintes opções:

Além disso, os dependentes de trabalhadores da indústria podem optar gratuitamente pelas seguintes alternativas, que são ofertadas na unidade do SENAI da Barra do Ceará:

Projeto de Vida

Ao considerar que nessa fase da vida começamos a pensar sobre carreira profissional, a reforma incluiu no programa pedagógico o Projeto de Vida, que tem como objetivo orientar os alunos a explorar suas habilidades, descobrir seus interesses e estimular o autoconhecimento.

Cada escola tem a liberdade de decidir se o Projeto de Vida vai ser em formato de disciplina específica ou vai ser diluído nas aulas, por meio de conversas e atividades com os professores. De qualquer forma, ele está incluído na carga horária obrigatória a todos, isto é, na Base Nacional Comum Curricular.

Quais as vantagens desse modelo?

Conheça a Escola SESI SENAI

No Ceará, as unidades são localizadas em Fortaleza (Parangaba e Centro), Sobral e Juazeiro do Norte. Venha na Escola SESI SENAI conhecer melhor nossa metodologia diferenciada, com aulas também de empreendedorismo e robótica e espaços inovadores, como Sala de Matemática, Sala de Ciências e Espaço Maker.

Agende já a sua visita pelo WhatsApp 4009-6300.

">
Novembro Azul: mês mundial de combate ao câncer de próstata – Blog SESI de Saúde e Segurança
descer
SESI
Novembro Azul: mês mundial de combate ao câncer de próstata

O Novembro Azul surge como uma mobilização em prol da saúde masculina, com o intuito de estimular os homens a cuidarem mais da própria saúde de maneira ativa, com autocuidado e em uma perspectiva integral.

As orientações são para o cuidado diário e compreendem a promoção, prevenção de doenças e recuperação da saúde da população masculina ao longo de toda a vida. Afinal, para viver bem é preciso se cuidar todos os dias.

Só para você ter uma ideia, o câncer de próstata é o tipo mais comum de câncer que acomete os homens. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), eles representam 29% dos diagnósticos da doença no Brasil.

Fora isso, a cada 38 minutos, um homem morre no país, vitima da doença. Entenda mais um pouco sobre essa campanha que mobiliza todo o mundo e saiba como garantir o autocuidado. 

O que é o Novembro Azul?

A campanha do Novembro Azul foi criada em 1999 na Austrália e abraçada por vários países, trazida ao Brasil pelo Instituto Lado a Lado pela Vida. O mês de Novembro foi escolhido para promover ações voltadas para a saúde masculina, principalmente para a prevenção do câncer de próstata.

O movimento, cada vez mais popular, conta com várias iniciativas com o objetivo de informar e quebrar paradigmas sobre as doenças masculinas. Durante todo o mês, são realizadas apresentações, debates, palestras, workshops e outras ações do tipo para engajar e conscientizar a população. 

O que é o câncer de próstata? 

O câncer de próstata é uma doença silenciosa e que se não houver os devidos cuidados, pode ser fatal.

De acordo com o INCA, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. 

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão pequeno, em formato de maçã e fica logo abaixo da bexiga e à frente do reto (parte final do intestino grosso).

Mais do que qualquer outro tipo, o câncer de próstata é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. (INCA, 2021).

Alguns desses tumores podem crescer de maneira rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar a morte. Porém, a maioria costuma crescer de forma lenta, podendo levar aproximadamente 15 anos para atingir 1 cm³. Por conta disso, alguns não chegam a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

Quais são os fatores de risco?

Geralmente, o câncer de próstata acomete homens com idade superior aos 50 anos. Mas, esse não é o único fator de risco. Pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos, podendo refletir tanto fatores genéticos quanto hábitos alimentares ou estilo de vida de risco de algumas famílias também é um fator. 

Para além disso, o excesso de gordura corporal aumenta o risco de câncer de próstata avançado, assim como também o excesso de consumo de sódio, sedentarismo, tabagismo, imunossupressão e consumo excessivo de álcool podem facilitar o surgimento da doença. 

Quais são os sinais e sintomas do câncer de próstata? 

Na sua fase inicial, o câncer de próstata tem evolução silenciosa. Muitos pacientes não apresentam nenhum sintoma ou, quando apresentam, são parecidos aos do crescimento benigno da próstata, como:

  • Dificuldade de urinar 
  • Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite

Já na fase avançada, a doença pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Como pode ser feita a detecção precoce e o tratamento?

A detecção precoce do câncer é uma estratégia usada para encontrar um tumor na sua fase inicial, permitindo assim mais chance de um tratamento com sucesso. 

Ela pode ser feita através de investigação com exames clínicos, laboratoriais, endoscópios e radiológicos, isso no caso de pessoas com sinais e sintomas da doença ou pessoas que não possuem sintomas, mas pertencem ao grupo com maior possibilidade de desenvolver a doença.

Para o câncer de próstata, esses exames são o toque retal e o exame de sangue para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico).

E como funciona o tratamento? Para o câncer que atingiu apenas a próstata, cirurgia e radioterapia são os tratamentos mais comuns. Mas, se a doença estiver localmente avançada, além da radioterapia e cirurgia, também será feito um tratamento hormonal combinado.

Se a doença for metastática, ou seja, quando o tumor já se espalhou para outras partes do corpo, o tratamento de terapia hormonal é o mais indicado.

Que outros cuidados com a saúde podem prevenir a doença?

Se você ainda não possui 50 anos e não tem pretensão de se preocupar agora, saiba que algumas medidas podem ser tomadas a partir de agora para que a doença não vire um problema no futuro. 

Seguir uma alimentação rica em frutas, verduras, grãos, cereais integrais, legumes e com menos gordura é uma das formas de se cuidar. Também é importante praticar diariamente pelo menos 30 minutos de exercícios físicos.

Além disso, é importante que você controle o peso corporal para ele ficar adequado com a sua altura e evite o consumo de álcool e cigarro.

Depois desse artigo, ficou claro porque que você não pode descuidar da sua saúde, não é mesmo? E mesmo que a pauta seja o Novembro Azul, não é preciso esperar por esse mês para isso. Lembre-se: homem que se cuida tem atitude!

SESI

Sobre o Autor: SESI

O blog corporativo do SESI Ceará surge como um instrumento de ligação com o público externo, no qual oferece seu conhecimento e expertise em Saúde e Segurança para a Indústria como fomento para a discussão de temas inerentes à área.
Comentar