Educação Empreendedora 

Nossa escola possui uma parceria com o SEBRAE, onde os estudantes aprendem a desenvolver e pensar em soluções práticas por meio do empreendedorismo.

De modo geral, o aluno, através das habilidades que ele obtém ao longo dos anos, consegue ver o empreendedorismo como uma fonte de realização. Ou seja, nossa escola abre o caminho para o aprofundamento acadêmico, técnico e empreendedor.

Parece confuso e você ainda não conseguiu entender? Não se preocupe. Vamos exemplificar para ficar mais fácil. Antigamente, o “boom” nas escolas, que “enchiam os olhos” das crianças e jovens eram as aulas de informática, concorda?

Atualmente, é a educação empreendedora. Essa educação incentiva os alunos a buscarem o autoconhecimento, novas aprendizagens e oportunidades, além do espírito de coletividade e também avaliarem as melhores possibilidades, tanto na vida pessoal como no mercado de trabalho.

STEAM 

O modelo STEAM prevê a integração de conhecimentos de Artes, Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática, possibilitando que o aluno se prepare para desafios como cidadão e também no mercado de trabalho.

Em inglês, a sigla STEAM significa Science, Technology, Engineering, Arts, Mathematics.

Nossas aulas partem de uma situação-problema, normalmente de uma realidade prática, próxima ao cotidiano do estudante. Com isso, o aluno consegue desenvolver habilidades e competências para pensar na solução do problema criado, de acordo com sua realidade. 

Além disso, a prática envolve todas as áreas que citamos anteriormente porque a solução para o problema não acontece isoladamente. Unindo todas as áreas, o aluno consegue abranger várias ciências para encontrar uma resposta para a questão criada em sala de aula. 

Educação Maker 

O foco da Educação Maker, termo em inglês que significa “fazer”, é transformar os espaços de aprendizagem. Isso faz com que nossa escola se torne um lugar para a experimentação, aprendizagem criativa e prática do conhecimento.

Em linhas mais simples, Educação Maker é “colocar a mão na massa”, ou seja, é uma educação significativa que atua por meio de experiências práticas.

Temos um espaço Maker para que os alunos executem seus projetos, com base nas pesquisas realizadas, com ferramentas e todo o material necessário para que eles inovem e deem espaço para a criatividade. 

Aulas Interáreas 

As aulas interáreas são aulas que tem o objetivo de romper as barreiras das áreas do conhecimento.

Nessas aulas, o professor atua como um maestro, norteando os alunos para que eles aprofundem assuntos dos mais variados tipos, como política, cidadania e sociologia, sob a ótica de várias áreas do conhecimento. 

Inovação e Tecnologia 

Não compreendemos tecnologia apenas como uma aparelhagem eletrônica. Para a Escola SESI SENAI é o desenvolvimento do conhecimento, em que o estudante possui autonomia para desenvolver o seu próprio conhecimento, municiado de técnicas e metodologias acadêmicas. 

Quais os espaços, atividades curriculares e extracurriculares que a Escola SESI SENAI oferece para os estudantes? 

Nossa escola conta também com espaços modernos, atividades curriculares e extracurriculares para uma melhor aprendizagem. Abaixo você confere alguns deles:

Laboratório de Robótica 

Esse é um espaço para o desenvolvimento de atividades tecnológicas com base nos conteúdos apresentados pelas disciplinas. Nesse espaço o aluno aprende programação, matemática, desenvolve trabalho em equipe, lógica, desenvolve projetos e resolve problemas práticos. 

Espaço Maker 

Esse é um laboratório onde o estudante tem a possibilidade de pensar e desenvolver projetos com o acompanhamento de professores altamente capacitados e por meio de equipamentos tecnológicos de ponta como impressora 3D. É nesse espaço que a Educação Maker é colocada em prática. 

Espaço de Ciências e de Matemática

Nesses espaços há laboratórios tecnologicamente equipados para o aprofundamento prático dos conhecimentos em ciência e matemática aprendidos pelo aluno durante as aulas.

Educação para Valores

Nossa escola trabalha com desenvolvimento de competências socioemocionais, com acompanhamento de psicólogos e com o cuidado de reconhecer as mais diversas habilidades do conhecimento.

Você concorda que cada ser humano possui competências e habilidades distintas, não é mesmo? E é isso que procuramos exaltar na nossa escola. Pode ser que um aluno tenha dificuldades com alguma matéria, como português, por exemplo. Mas, esse mesmo aluno, pode ser um excelente artista.

É isso que procuramos valorizar: as suas habilidades. Dessa forma, conseguimos potencializar a autoestima e também o que o estudante tem de melhor. 

Festival Literário 

Uma ação que visa qualificar a experiência de aquisição da aprendizagem, reunindo professores, estudantes e famílias com a proposição de vivências lúdicas através da criação de um Blog Literário para ser “plano de fundo” para os trabalhos desenvolvidos pelos estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio. 

Quais são os diferenciais da Escola SESI SENAI? 

Certamente, com tudo que você acabou de ler, já deu para entender quais são os diferenciais da nossa escola. Mas, para que não haja dúvidas, compilamos aqui nesse tópico:

Mas não para por aí.

Nossa escola também oferta o Novo Ensino Médio que tem por objetivos:

  1. Aprofundar o interesse dos estudantes em áreas específicas do conhecimento para o ingresso em instituições de ensino superior.
  2. Possibilitar a inserção no mercado de trabalho por meio de cursos de formação técnica (Eletrotécnica, Jogos Digitais, Mecânica e Redes de Computadores).

Além disso, o material escolar e o fardamento são gratuitos. Isso significa que além de uma metodologia diferenciada, a escola fornece todo o material didático sem custo para o aluno com o padrão de qualidade da Somos Educação. O fardamento também é gratuito e não há cobrança de taxa de matrícula.
Quer saber mais sobre nossa escola e/ou efetuar a matrícula do seu filho? Então, basta clicar aqui para ter acesso aos nossos editais e inscreva seu filho na escola que é referência.

">
Mudanças de hábitos – Blog SESI de Saúde e Segurança
descer
SESI
Mudanças de hábitos

Vivemos numa correria onde muitas das vezes não há tempo para encaixar mais nada no nosso dia a dia, além do trabalho, filhos, casa etc. Mas será que, realmente, é tão difícil incluir algo na nossa rotina? Ou será que é apenas uma má distribuição do nosso tempo?

Você já parou para pensar como os comportamentos saudáveis contribuem para a promoção e manutenção da nossa saúde física e mental, auxiliam no bem-estar e evitam algumas doenças?

É preciso refletir sobre nosso estilo de vida atual e adotar hábitos mais saudáveis. Tais mudanças podem estar relacionadas à prática de atividade física, a uma alimentação mais saudável e ao controle de nossas emoções.

Vamos começar conhecendo alguns conceitos:

De acordo com Caspersen et.al. 1985, atividade física é qualquer movimento corporal produzido por músculos esqueléticos de forma voluntária que resulte em gasto calórico acima dos níveis de repouso. E exercício físico é um tipo de atividade física com estrutura definida, segundo critérios pré-definidos de volume, intensidade e adaptação (Matsudo, 2005).

Quanto a classificação dos tipos de atividade física (AF) elas podem ser:

  • AF da vida diária (atividades realizadas em casa, limpar a casa, lavar o carro, regar o jardim);
  • AF de locomoção (atividades de deslocamento andar até o ponto de ônibus, buscar o filho na escola);
  • AF laboral (atividades realizadas no trabalho se deslocar de um setor para outro; levantamento de cargas);
  • AF de lazer (atividades realizadas em momentos de lazer, passeio de bike, trilha, dançar, nadar).

Então, por que devemos praticar AF regularmente? Estudos epidemiológicos demonstraram que a prática de AF previne o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, alguns tipos de câncer, obesidade e outras, e que pessoas mais ativas, quando comparadas a pessoas sedentárias, apresentam melhores indicadores de saúde e qualidade de vida.

Outros dados importantes encontram-se na pesquisa da VIGITEL 2018, realizada pelo Ministério da Saúde para o monitoramento de comportamentos de riscos ou proteção para doenças crônicas na população das capitais e Distrito Federal. Segundo os dados desta pesquisa, mais da metade da população brasileira (55,7%) apresenta excesso de peso corporal e, entre esses, 19,8% são classificados como obesos, cujo o IMC (índice de massa corporal) tem valor igual ou superior a 30kg/m².

A recomendação com relação a atividade física, segundo a Organização Mundial da Saúde, é realizar pelo menos 30 minutos/dia de atividade moderada, podendo ser contínua ou acumulada, pelo menos 150 minutos por semana ou 75 minutos de atividade física vigorosa por semana.

Sugestões para aumentar o seu nível de atividade física diária: aumente o seu tempo de caminhada por dia e tente fazer o mais rápido que puder, suba e desça escadas, pegue ônibus no ponto seguinte, faça atividades ao ar livre, como em parques, usufrua das academias das praças, saia para pedalar com a família, faça uma trilha com os amigos, movimente-se, pois a mudança de comportamento é primordial para sua saúde e qualidade de vida.

Portanto, pense! Qual o seu objetivo de vida? Envelhecer com saúde? Ver os filhos crescerem? E o que você precisa fazer? Praticar atividade física, melhorar a alimentação, lidar melhor com estresse; emagrecer…

O SESI Ceará possui um produto chamado Programa Qualidade de Vida (PQV). Esse programa tem o objetivo de promover e proporcionar aos colaboradores da indústria a conscientização para a mudança de hábitos através do autocuidado, apoiado no acompanhamento de uma equipe multiprofissional, composta por nutricionista, psicóloga e profissional de educação física, com o foco na mudança de comportamento.

 

REFERÊNCIAS
* Autocuidado apoiado: manual do profissional de saúde/Organização Ana maria Cavalcanti e Angela Cristina Lucas de Oliveira – Curitiba: Secretária Municipal da Saúde, 2012.
* Vigitel Brasil 2018: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico: Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças não Transmissíveis. – Brasília: Ministério da Saúde, 2019.
* www.fabioceschini.com.brViajando pela Fisiologia – By Fábio Ceschini
Keila Celestino

Sobre o Autor: Keila Celestino

Educadora Física pela Faculdade Estácio – FIC e especialista em Fisiologia do Exercício e Treinamento Esportivo pela Universidade Estadual do Ceará – UECE. Atua como profissional de Educação Física no SESI Ceará na área de Ginástica Laboral e possui conhecimento nas áreas de Musculação, Hidroginástica, Treinamento Personalizado e Avaliação Física.
Comentar