Como diz o ditado: prevenir é melhor que remediar – Blog SESI de Saúde e Segurança
descer
SESI
Como diz o ditado: prevenir é melhor que remediar

Ufaa! Estes últimos meses têm sido de total resiliência. Até o carnaval, que é uma das festas mais esperada por nós, brasileiros, foi adiado.  Neste período, em que estaríamos falando de prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), com o uso de preservativo, o assunto que continua dominando a pauta é a prevenção contra a Covid-19, com uso de máscaras.  Apesar disso, insistiremos no assunto anterior, que nunca deixou de ser urgente e necessário.

Grande parte das pessoas sabem que a melhor maneira de prevenir as IST e AIDS é usando camisinha. Mas, ainda assim, existe uma resistência para se usar o preservativo durante as relações sexuais.  Segundo o Ministério da Saúde, geralmente, o uso exclusivo de preservativos está interligado a expressão “sexo seguro”. Apesar de ser uma estratégia extremamente importante e essencial, e que deve ser disseminada sempre, ela possui limitações. Dessa maneira, outras medidas de prevenção são relevantes somando pontos positivos para uma relação sexual segura, como:   vacinação para hepatites e HPV, saber a situação sorológica para HIV do parceiro sexual, testar frequentemente para HIV e outros tipos de IST, realizar exame prevenção de câncer do colo uterino, conhecer os métodos para prevenir uma gravidez, dentre outras.

Então neste carnaval fique atento com a sua saúde sexual, use preservativo! Esteja consciente dos riscos de uma exposição, caso necessário procure um médico. E não esqueça de usar de máscara!

O SESI Ceará, neste mês de fevereiro, lança serviços para conscientizar o seu trabalhador a cerca das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), clique AQUI.

Kelma Mayara Soares

Sobre o Autor: Kelma Mayara Soares

Formada em Enfermagem pelo Centro Universitário Católica de Quixadá (UNICATÓLICA), pós-graduação em Enfermagem do Trabalho pela UNINTER e em Enfermagem Obstétrica pela Escola de Saúde Pública do Ceará. Atualmente é Enfermeira do Trabalho do SESI Ceará.
Comentar