AQUI.

">
Campanha Novembro azul – Blog SESI de Saúde e Segurança
descer
SESI
Campanha Novembro azul

O Novembro Azul tem como objetivo mundial a sensibilização das pessoas quanto à prevenção e diagnóstico precoce de doenças comuns que acometem a população masculina, entre elas, o câncer de próstata. A próstata é uma glândula que apenas pessoas do sexo masculino possuem, localizando-se na parte  inferior do abdome, logo abaixo da bexiga e a frente do reto. É responsável pela produção do sêmen que contém os espermatozoides liberados durante o ato sexual.

O câncer de próstata caracteriza-se como o crescimento da quantidade de células anormais da próstata. É a segunda causa de morte na população masculina, menor apenas que o câncer de pele não-melanoma. É considerado ainda um câncer de terceira idade, visto que em geral acomete homens a partir de 65 anos. No Brasil, estima-se que o câncer de próstata atingiu 65.840 novos casos diagnosticados (INCA, 2020). No ano de 2018, foram notificadas 15.576 mortes (ATLAS DE MORTALIDADE POR CÂNCER, 2018).

Entre os fatores de risco podemos elencar: idade, pois incidência e mortalidade aumentam a partir dos 50 anos; fatores genéticos/hereditários; obesidade; exposição a alguns agentes químicos como arsênio, aminas aromáticas, derivados de petróleo, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, fuligem e dioxinas.

Na fase inicial da doença, a evolução acontece de forma silenciosa. Quanto sintomática, manifesta dificuldade de urinar e aumento da frequência urinária/diminuição do jato de urina. Em fase avançada o paciente apresenta dor óssea, sintomas urinários, infecção generalizada ou insuficiência renal. Presente algum desses sintomas, orienta-se a busca por um profissional de saúde para investigação precoce da causa, visando uma melhor chance de tratamento eficaz.

Para diagnóstico do câncer de próstata podem ser realizados dois exames de forma associada: Antígeno prostático específico (PSA) e Toque Retal. O PSA é um exame com amostra de sangue que quantifica o antígeno prostático específico, que se mostra alterado em alguns tipos de câncer, não podendo ser utilizada como único meio diagnóstico. O toque retal por profissional médico tem como objetivo palpar a próstata e perceber a presença de nódulos ou tecidos endurecidos. O procedimento é rápido e indolor, realizado com o dedo protegido por luva lubrificada. Para confirmação do câncer, a biopsia é o exame de escolha.

O tratamento pode ser realizado através de cirurgia, radioterapia, quimioterapia e tratamento hormonal. Estes são definidos de forma individualizada após médico e paciente discutirem as possibilidades viáveis conforme cada situação e quadro clínico da pessoa acometida.

A melhor forma de prevenir o câncer de próstata é a conscientização sobre a importância e necessidade do homem também cuidar de si, manter uma alimentação saudável, não fumar, praticar atividade física e visitar regularmente seu médico. Dessa forma, há uma maior possibilidade de diagnóstico precoce e tratamento eficaz.

O SESI Ceará dispõe de serviços voltados para educação continuada com a finalidade de conscientizar os trabalhadores da indústria sobre a importância do cuidado à saúde e prevenção de doenças. Saiba mais clicando AQUI.

Ana Suzane Martins

Sobre o Autor: Ana Suzane Martins

Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Piauí, especialista em Enfermagem do Trabalho pela Faculdade Latino-Americana de Educação. Atua como Enfermeira do Trabalho no SESI Ceará, unidade Sobral.
Comentar