Clique aqui e saiba mais sobre essa especialidade.

Agora, se você achar que seu problema é mais urgente e que há muitos sintomas que estão incomodando e prejudicando sua qualidade de vida, procure um psiquiatra. Em geral, eles são recomendados quando os sintomas físicos podem ser severos e colocar em risco sua vida ou do paciente. 

No SESI Clínica também temos o serviço de psiquiatria disponível para população. Para o atendimento, não é preciso de nenhum guia ou encaminhamento. Clique aqui e saiba mais sobre o serviço de psiquiatria. 

Em todo caso, independente de qual profissional escolher, não hesite em buscar ajuda. Procure um profissional confiável para que ele faça uma avaliação e dê o melhor diagnóstico para você poder cuidar da sua saúde e qualidade de vida.

">
Abril Verde: prevenção nos riscos ergonômicos – Blog SESI de Saúde e Segurança
descer
SESI
Abril Verde: prevenção nos riscos ergonômicos

A prevenção de riscos ergonômicos e a saúde do trabalhador se tornam imprescindíveis diante do enfrentamento da COVID-19. Esse ano, o movimento Abril Verde, que conta com o apoio da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), por meio do Serviço Social da Indústria (SESI Ceará), reforça a importância da prevenção visando a redução de acidentes de trabalho.

A maioria dos acidentes acontecem no final da jornada, quando os níveis de atenção estão mais baixos e corpo e a mente ficam mais cansados. Trabalhos com sobrecarga cognitiva ou física podem ocasionar acidentes, principalmente em tarefas que exijam mais atenção e concentração. Além desses fatores, a saúde mental dos colaboradores afeta diretamente o trabalho, tanto em questão de acidentes quanto de produtividade. 

O cenário atual em que vivemos cria por si só uma sobrecarga mental que reflete diretamente as questões cotidianas, relações interpessoais e profissionais. Para reduzir essa sobrecarga podem ser implantadas ações como programas de qualidade de vida no trabalho (QVT), que têm como objetivo principal o bem-estar e saúde do trabalhador como um todo.

A ergonomia é uma ciência que estuda a relação homem-máquina-ambiente e dentro desse contexto podem ser implantadas medidas visando reduzir acidentes de trabalho tais como: conformação do mobiliário, quanto a antropometria do trabalhador; treinamentos; pausas para descanso; ajuste do modo operatório; ritmo de trabalho; promoção de programas de QVT (ginastica laboral); e adequação dos fatores ambientais, de acordo com os parâmetros estabelecidos na norma regulamentadora Nº17. Além da composição das atividades que exijam esforço físico para que sejam realizadas da melhor maneira, evitando acidentes de queda de materiais por excesso de esforço, pegas incorretas ou layouts inadequados. 

É possível ter um posto de trabalho ergonomicamente perfeito em relação ao tipo físico, com equipamentos adequados, acessórios e adoção de posturas corretas. Porém, a partir do momento que não atendemos ergonomicamente aos tipos: cognitivo, com exigências incompatíveis ao cargo, superestimando o colaborador ou subestimando; ou organizacional, com jornadas exorbitantes, horas-extras frequentes, ritmos impostos e acelerados, o colaborador fica suscetível a acidentes.

Ambientes de trabalho ergonômicos são locais saudáveis, confortáveis e adequados aos trabalhadores, proporcionando melhor qualidade de vida, otimizando os processos e diminuindo os riscos de acidentes no trabalho. 

Josy Fonteles Ribeiro

Sobre o Autor: Josy Fonteles Ribeiro

Graduação em Engenharia Agronômica com pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho, pós-graduação em Ergonomia e pós-graduação em Engenharia Ambiental e Saneamento Básico.
Comentar