O que é e qual a importância da vacinação in company?

A imunização ocupacional, ou vacinação in company, como o próprio nome sugere, é o ato de vacinar os profissionais de dentro da empresa. Ou seja, trata-se de uma ação realizada pela empresa para garantir a imunização dos funcionários, seguindo o Plano Nacional de Imunização e outras normativas do tema. 

É possível promover várias campanhas de vacinação na empresa, como vacinas da gripe, hepatite A e B e outras. 

Mas, qual a importância da imunização ocupacional? Com ela, é possível ajudar sua equipe a manter o cartão de vacinação atualizado, garantindo a proteção dos colaboradores contra várias doenças. 

Isso oferece várias vantagens para os funcionários e para a empresa, continue acompanhando para descobrir quais são. 

Benefícios da Imunização Ocupacional

Como já deu para perceber até agora, a imunização ocupacional é um assunto bastante relevante para a empresa e para as pessoas que fazem parte dela. No entanto, quais são os reais benefícios que essa prática vai trazer para os colaboradores e para as organizações?

Abaixo elencamos alguns deles: 

Os colaboradores vão adoecer menos, se mantendo protegidos

Esse é um motivo bastante simples e extremamente importante. Vacinando seus funcionários, eles estarão mais protegidos e imunes a contrair doenças tanto no ambiente de trabalho como fora dele. 

Os funcionários irão aproveitar boas condições de saúde e bem-estar

Essa é uma vantagem não apenas para o colaborador, mas também para a empresa. Estando saudável, o colaborador se sentirá mais motivado e focado no trabalho e atividades diárias. 

Doenças que afetam a produtividade poderão ser evitadas

A gripe, por exemplo, é uma das doenças que podem prejudicar o desempenho dos colaboradores. Por ser contagiosa, basta que uma pessoa contraia para que várias fiquem doentes também. Com a imunização ocupacional, isso poderá ser evitado, contribuindo para o aumento da produtividade. 

A empresa irá reduzir o número de afastamentos e o absenteísmo por doenças

Como já falamos anteriormente, uma equipe doente pode ocasionar um número maior de faltas. Dependendo do tempo que o colaborador se mantém afastado, será preciso que a empresa contrate um substituto. Com a vacinação nas empresas, além de contar com profissionais saudáveis, ainda é possível economizar com gastos desnecessários. 

Irá melhorar o ambiente de trabalho, assim como desenvolver o bem-estar social

Quando a empresa promove a vacinação, de maneira indireta, ela está oferecendo um ambiente de trabalho mais seguro, confortável e passando para os funcionários que é preocupada com sua saúde e bem-estar. Isso é fundamental para que os trabalhadores se sintam pertencentes à empresa.

Como colocar a imunização ocupacional em prática? 

Agora que você já entendeu a importância dessa prática, iremos mostrar abaixo como aplicá-la na sua empresa. 

O SESI pode ajudar sua empresa nessa missão.

Nós disponibilizamos programas de Saúde e Segurança do Trabalho para todas as empresas, associando as várias ações que podem ser tomadas para integridade do trabalhador e o cumprimento das exigências legais e um deles é a Campanha de Imunização.

Quer saber mais sobre o assunto? Clique aqui e solicite uma proposta. Pratique o cuidado e não deixe sua empresa de fora dessa prática.

">
A importância do VOI na avaliação da saúde organizacional – Blog SESI de Saúde e Segurança
descer
SESI
A importância do VOI na avaliação da saúde organizacional

Os investidores têm demonstrado maior preocupação em olhar mais atentamente para os ativos intangíveis de uma empresa. No setor da saúde há a necessidade de indicadores e métricas que possam ajudar a entender as muitas maneiras que o bem-estar dos funcionários pode influenciar nos resultados da empresa. Atualmente, diversos estudos comprovam que a promoção de ambientes saudáveis quando bem implementados produzem retornos positivos tangíveis e intangíveis e que são igualmente importantes.

Segundo Roemer e Goetzel (2017), cientista sênior da Universidade John Hopkins nos Estados Unidos, o valor sobre o investimento (VOI), talvez seja hoje visto como mais importante que o retorno sobre o investimento (ROI). O ROI sozinho avalia o retorno financeiro de programas que, talvez, não apresentem retorno significativo. Porém, irá depender da visão de valor do empresário, da filosofia da empresa, quanto à importância de investir em programas de promoção da saúde que não apresentem ROI positivo, mas que gerem valor significativo para mudanças de hábitos de vida dos funcionários.

O VOI pode ser medido em quatro grandes categorias: medições de negócios (performance e lucratividade, atração e retenção de talentos); medições de saúde e de cuidados com a saúde (reivindicações médicas e custos, alegações de incapacidade e custos, segurança, comportamento relacionado à saúde), medições de produtividade (absenteísmo e presenteísmo) e medições humanísticas (ânimo, satisfação no trabalho, nível de energia, relacionamento com colegas, engajamento e satisfação no programa). (ROEMER; GOETZEL, 2017).

A abordagem do VOI requer das empresas uma avaliação da saúde organizacional, o que vai além do ato de medir individualmente a saúde dos trabalhadores. Envolve outra perspectiva em relação à importância da implementação dos programas de saúde numa empresa, extrapolando o foco de cortar custos. (ROEMER; GOETZEL, 2017).

BIBLIOGRAFIA

ROEMER; Enid Chung; GOETZEL, Ron Z. Construindo uma cultura de saúde: movendo–se do ROI em direção ao VOI. In: OGATA, Alberto José Niituma (Org.). Temas avançados em qualidade de vida. São Paulo: Midiograf, 2017. v. 5.

Claudio Patrício

Sobre o Autor: Claudio Patrício

Diretor Científico da Associação Cearense de Medicina do Trabalho, especialista em Medicina do Trabalho AMB/ANAMT, pesquisador do Centro de Inovação SESI em Economia para Saúde e Segurança, coordenador Corporativo de SSO Sistema FECOMÉRCIO e Membro Titular do ICOH - International Commission on Occupational Health.
Comentar