telefone(85) 4009.6300

FIEC recebe comitiva da Fiocruz

09/05/2017 - 16h05

Mais um passo para fortalecer o diálogo entre o governo, universidades e empresários industriais na construção de uma política de estado para alavancar economicamente o setor de Saúde no Ceará. Um grupo técnico da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do seu Instituto de vacina, a Biomanguinhos, em visita ao Ceará, veio a FIEC nesta segunda-feira (8/5) para conhecer os dados e informações das publicações elaboradas para a Rota Estratégica Setorial juntamente com o seu respectivo Roadmapping do setor de saúde. A comitiva foi recebida na FIEC pelo líder do Programa para o Desenvolvimento da Indústria e também presidente do Conselho Temático de Inovação e Tecnologia, Sampaio Filho, e pelo economista da FIEC, Carlos Manso.

Eles apresentaram o Programa para o Desenvolvimento da Indústria e uma radiografia socioeconômica do setor e parte das 477 propostas apontadas por especialistas no painel do Projeto Rotas Estratégicas com  temas importantes para destravar o setor. Tudo isso elencado em uma Roadmappping, espécie de mapa das ações para comunicação e planejamento futuro até 2025. Muitas dessas propostas envolvem o Polo Industrial e Tecnológico da Saúde (PITS), localizado no Eusébio. O início das atividades da Fiocruz no Ceará está prevista para agosto com a inauguração do bloco de pesquisa.

As quase propostas serão filtradas em encontros chamados de Masterplan que estão acontecendo nesse mês de maio na FIEC. A metodologia dessa ferramenta foi apresentada pela analista do Núcleo de Economia e Estratégia da FIEC, Edvânia Brilhante. "Temos que pensar a saúde como um serviço e um complexo produtivo no Ceará. Tanto Fiocruz com a sua unidade no Ceará, como o trabalho da FIEC com as Rotas Estratégicas da Saúde, são políticas de estado que vão contribuir para consolidar o segmento. Farei um pronunciamento na Câmara dos Deputados manifestando essa sinergia",  elogia o deputado federal Odorico Monteiro.

O diretor da Biomanguinhos, Artur Couto, considerou o trabalho da FIEC importante e manifestou interesse em compartilhar sua experiência colaborando para a atualização do material para que se avance  nas áreas de pesquisa, desenvolvimento, ciência e tecnologias voltados ao setor. "É um mercado com um grande potencial a ser explorado no Estado. E percebo que a FIEC identificou essa janela de oportunidades no trabalho das Rotas. Diferente de muitos Estado que não consideram a saúde economicamente", parabenizou.

Sampaio Filho disse que o trabalho da FIEC por meio do Programa para o Desenvolvimento da Indústria é de facilitar e estreitar o relacionamento entre as partes envolvidas e interessadas em ver o setor de saúde como uma cadeia produtiva evoluída no Ceará. "O segmento tem um grande potencial no Estado. Basta que todos os atores envolvidos no Governo, Academia e setor produtivo conversem para esse bem comum", aconselhou.

Além da FIEC, como parte da programação da comitiva da Fiocruz ao Ceará, aconteceu um encontro com a presidente da Agência de Desenvolvimento do Ceará, Nicolle Barbosa, quando na ocasião foi apresentada a estrutura da Agência e debatidas as oportunidades de atrair mais empresas do segmento para o estado. O grupo também visitou, terça-feira (9/5), a estrutura física do empreendimento da Fiocruz no Eusébio.

Acompanhados do deputado federal Odorico Monteiro e do coordenador da Fiocruz no Ceará, o ex-secretário de Saúde do Estado, Carlile Lavor, a comitiva que veio ao Ceará era formada pelo professor, pesquisador da Fiocruz, Paulo Gadelha; o diretor da Biomanguinhos, Artur Couto; a vice-diretora da Biomanguinhos, Beatriz Fialho; Pedro Barbosa, pesquisador da Fiocruz e Cristiano Garcia, consultor.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

SESI - ​​Serviço Social da Indústria | CNPJ: 03.804.327/0001-04
Av. Barão de Studart, 1980 - 1º andar - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024